Archive for março \31\UTC 2008

h1

Mertola: Uma Ville de Mil Culturas

março 31, 2008

cl5.jpg

cl7.jpg
cl6.jpg

No fim-de-semana de 8 e 9 de Março, o Clã Lusitano visitou a vila de Mértola, no coração do Baixo Alentejo. A história e cultura da vila foram explorados num jogo de vila, durante a manhã e tarde do dia 8. Depois, houve lugar para a descoberta das Minas de S. Domingos – importante complexo mineiro dos anos 50/60 – e do Pulo do Lobo – um acidente geo-morfologico muito interessante nas margens do Rio Guadiana, foi aqui que o Clã Lusitano pernoitou, assistindo a um ceu estrelado inesquecivel.

 O Clã Lusitano.

h1

26 anos de azul e azul escuro

março 31, 2008

gr32.jpg

gr31.jpg

h1

Rocha nas rochas

março 14, 2008

gr30.jpg

Nepal 2008
Hugo Rocha, escoteiro chefe de clã do nosso grupo, é um dos elementos que compõem a expedição à IMJA-TSE no Nepal. Juntamente com escoteiros de outros grupos, esta expedição iniciou-se dia 12 de Março, tendo uma duração prevista de 18 dias.
Força Rocha.
h1

Bluex26

março 14, 2008

gr29.jpg
É hoje….
26 anos a praticar escotismo.
h1

Longa Vida…ao God

março 10, 2008
h1

Unuro – Actividade de Cargos II

março 10, 2008
text28.jpg
tex27.jpg
text26.jpg
text27.jpg
No dia 8 de Março a Tribo de Exploradores teve mais uma actividade. Na parte da manhã, houve a 2º edição de actividade de cargos(Secretário e Arquivista). A parte da tarde foi dedicado aos desafios Unuro, aos quais as patrulhas souberam ultrapassar com mérito e muita criatividade. A praia das Maçãs foi o palco do dia, onde ainda decorreu o conselho de expedição para a actividade do final do quadrimestre a realizar-se em Góis.
h1

Actividade “C”

março 6, 2008

tex22.jpg
tex23.jpg
tex24.jpg
text25.jpg

A chama ordenou que a tribo se organizasse em duas equipas mistas. No âmbito africano,as equipas Zulu e Beringela foram para Linhó onde construíram a sua aldeia. Desde a caverna chill out ao colchão suspenso, a aldeia estava no mínimo criativa. O Concurso de Culinária foi ganho pelas Irbis, o belo banquete africano. As animações estiveram do lado os Rinocerontes que foram os grandes vencedores da actividade. A tribo empenhou-se, construiu a sua aldeia, estimou-a, usufruiu dela e na manhã seguinte deixou o campo como o encontrara na manhã anterior(um pouco melhor).

A manhã foi então dedicada à escalada no penedo da amizade, onde o caminheiro André Camões deu formação de escalada aos elementos da tribo. “Chama OH Chama”. Já existe soundtrack Maori…”Grito Unuro” nas rádios brevemente.